Estamos aqui para impulsionar a transformação no mercado da saúde

Biofarmacêutica do futuro: O poder do digital e a preparação para uma nova realidade

Escrito por +o2labs

junho 9, 2022

A nova indústria biofarmacêutica

A explosão de diagnósticos e produtos terapêuticos digitais, o aumento da abordagem centrada no paciente, dados que se comunicam em diferentes plataformas ​​e maior colaboração regulatória são sinais das mudanças que as novas tecnologias estão promovendo no setor de saúde.

Diante desse cenário, como o setor biofarmacêutico pode se preparar? Como adaptar os modelos operacionais e de negócios para aumentar a competitividade?

Em janeiro de 2019, a Deloitte conduziu a pesquisa “Biofarmacêutica do futuro”, com 38 líderes do setor, incluindo executivos de manufatura, pesquisa e desenvolvimento, marketing, estratégia e inovação da indústria biofarmacêutica, além de empresas e startups de tecnologia, acadêmicos, médicos e pacientes.

Os participantes acreditam que a transformação digital pode permitir a inovação de produtos e serviços, aumentar o envolvimento do cliente e melhorar a execução das operações:

  • Em pesquisa e desenvolvimento (P&D), a transformação digital tem o potencial de melhorar consideravelmente a produtividade, aplicando inteligência artificial (IA) e biologia computacional à descoberta e ao desenvolvimento de medicamentos, tornando os ensaios clínicos muito mais eficientes.
  • Na área comercial, a abordagem mais centrada no paciente e a aplicação dos princípios da ciência comportamental podem levar a melhores resultados para o paciente. O marketing com base em pessoas para prestadores de serviços de saúde pode levar a uma maior conscientização e ação do mercado.
  • Em logística, as redes de suprimentos digitais podem resultar em maior visibilidade do produto, rastreabilidade e controle de estoque.

Planejamento digital

Para alavancar a promessa do digital, cada empresa de biofarma deve traçar seu próprio caminho. O primeiro passo é estabelecer uma ambição e executá-la.

O levantamento sugere que as empresas geralmente precisam de cinco competências-chave para acompanhar o ritmo das tecnologias e alcançar o futuro: avançar o conhecimento científico por meio do acesso a novas fontes de dados; aplicar os princípios da ciência comportamental para melhorar os resultados dos pacientes; estabelecer uma estrutura de arquitetura corporativa; desenvolver análises preditivas recursos de IA e possibilitar mudanças culturais.

Acesse o site da epharma

Artigos em comum

Genética inovadora: Algoritmo do Einstein acelera diagnóstico

Genética inovadora: Algoritmo do Einstein acelera diagnóstico

O Einstein é a primeira organização da América Latina a padronizar as recomendações das principais sociedades mundiais de genômica em um algoritmo de IA adaptado às peculiaridades brasileiras para identificação de alterações de DNA associadas às doenças genéticas. O...

Paciente Digital: Parceria Inovadora em Oftalmologia

Paciente Digital: Parceria Inovadora em Oftalmologia

A Healthtech Nilo acaba de fechar parceria com a unidade de negócios de Oftalmologia do Grupo Fleury com o objetivo de acompanhar pacientes que vão passar por cirurgias de forma personalizada e humanizada. A jornada digital de fácil acesso, já que é realizada via...

Saúde em Foco: Multimorbidades em São Paulo e Desafios

Saúde em Foco: Multimorbidades em São Paulo e Desafios

O diagnóstico de duas ou mais doenças crônicas para uma mesma pessoa cresceu nos últimos 20 anos. O aumento dessa condição, conhecida como multimorbidade, acompanha o envelhecimento da população na cidade de São Paulo. Em 2015, 42,2% da população paulistana com mais...

Acompanhe +O2labs

+o2Labs Respire boas ideias

Sobre +O2labs

Uma plataforma própria com uma metodologia vencedora voltada exclusivamente para inovação na prática com 3 programas distintos:

  • Central de Ideias: campanhas de intraempreendedorismo para fomentar a cultura de inovação com os epharmers, nossos colaboradores.
  • epharma Disrupt: desenvolver os melhores MPVs através de squads multifuncionais e alianças estratégicas para cocriação entre experts.
  • epharma Connect: foco em inovação aberta com staturps que queiram fazer parte de nossos desafios de forma colaborativa, e conectar com outros labs para criar parcerias diversificadas e escalar MVPs.

Junte-se a nós neste mesmo objetivo! Respire boas ideias.