Estamos aqui para impulsionar a transformação no mercado da saúde

Projeto Genoma FAPESP capacitou cientistas e equipou laboratórios para pesquisa em genética humana

Escrito por Editor@

novembro 29, 2022

Agência FAPESP – “O Projeto Genoma FAPESP foi um marco na vida científica do Estado de São Paulo”, diz Marco Antonio Zago, presidente da FAPESP, que, em 2000, liderava o Laboratório de Hematologia Molecular da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto, um dos 33 laboratórios que integraram a rede de sequenciamento do genoma da Xylella fastidiosa.

Em depoimento em vídeo, disponível no site Genome Workshop 20+2, Zago lembra que a adesão ao projeto de sequenciamento do genoma de uma fitobactéria que afetava laranja pela equipe de um laboratório especializado em genética humana contribuiu para modernizar a metodologia de trabalho e o próprio laboratório.

“Como consequência, nosso laboratório ficou altamente equipado para fazer pesquisas da genética moderna. E, logo em seguida a isso, veio o Projeto Genoma do Câncer do qual participamos largamente, fazendo uma contribuição fundamental para a ciência mundial. E começamos a confirmar que é a alteração dos genes que provoca o câncer e desencadeia a doença.”

O site do Genome Workshop 20+2 – evento a ser realizado nos dias 21 e 22 de novembro em comemoração dos 22 anos da conclusão do sequenciamento da Xylella fastidiosa – disponibiliza, além da programação do evento, fotos e depoimentos em vídeos dos principais protagonistas do Projeto Genoma FAPESP, como José Fernando Perez, diretor científico da Fundação à época; Fernando Reinach, que, na ocasião, integrava a Coordenação de Área – Biologia; Andrew Simpson, chefe do Laboratório de Genética do Instituto Ludwig de Pesquisa sobre o Câncer e um dos coordenadores do projeto; e o biólogo Paulo Arruda, responsável, na época, por um dos laboratórios centrais de treinamento de pesquisadores.

Especialista em genética de plantas, Arruda lembra que, apesar de já ter experiência na área, o grande desafio foi o sequenciamento em larga escala. “Eu e Reinach não sabíamos o que seria sequenciar o genoma de um organismo inteiro e determinar todos os nucleotídeos de uma espécie”, diz.

Em seu depoimento, ele conta que, concluído o sequenciamento da X. fastidiosa, teve início o sequenciamento do genoma da cana-de-açúcar, proposto pelo Centro de Tecnologia Canavieira (CTC) à FAPESP. “Na época, foi um dos maiores e mais completos sequenciamentos de transcriptoma da cana em todo o mundo.”

Responsável pelo Centro de Pesquisa em Genômica Aplicada às Mudanças Climáticas (GCCRC), financiado por FAPESP e Embrapa na Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), Arruda lembra a constituição das empresas Alellyx Applied Genomics, em 2002, e CanaViallis, em 2003, pelo fundo de capital de risco Votorantim Novos Negócios, que reuniu pesquisadores que tinham participado do Projeto Genoma FAPESP.

“Foi um desafio irrecusável”, afirma. As empresas atuavam na área de empresas de biotecnologia, como citros, eucalipto e cana. “Com experiência adquirida nos projetos da X. fastidiosa e do Genoma da Cana-de-Açúcar, aprendemos a descobrir genes que poderiam contribuir para a produção de uma cana com mais açúcar ou de laranja resistente à Xylella”, exemplificou. As duas empresas foram adquiridas pela Monsanto, em 2008.

Via: FAPESP

Acesse o site da epharma

Artigos em comum

Genética inovadora: Algoritmo do Einstein acelera diagnóstico

Genética inovadora: Algoritmo do Einstein acelera diagnóstico

O Einstein é a primeira organização da América Latina a padronizar as recomendações das principais sociedades mundiais de genômica em um algoritmo de IA adaptado às peculiaridades brasileiras para identificação de alterações de DNA associadas às doenças genéticas. O...

Paciente Digital: Parceria Inovadora em Oftalmologia

Paciente Digital: Parceria Inovadora em Oftalmologia

A Healthtech Nilo acaba de fechar parceria com a unidade de negócios de Oftalmologia do Grupo Fleury com o objetivo de acompanhar pacientes que vão passar por cirurgias de forma personalizada e humanizada. A jornada digital de fácil acesso, já que é realizada via...

Saúde em Foco: Multimorbidades em São Paulo e Desafios

Saúde em Foco: Multimorbidades em São Paulo e Desafios

O diagnóstico de duas ou mais doenças crônicas para uma mesma pessoa cresceu nos últimos 20 anos. O aumento dessa condição, conhecida como multimorbidade, acompanha o envelhecimento da população na cidade de São Paulo. Em 2015, 42,2% da população paulistana com mais...

Acompanhe +O2labs

+o2Labs Respire boas ideias

Sobre +O2labs

Uma plataforma própria com uma metodologia vencedora voltada exclusivamente para inovação na prática com 3 programas distintos:

  • Central de Ideias: campanhas de intraempreendedorismo para fomentar a cultura de inovação com os epharmers, nossos colaboradores.
  • epharma Disrupt: desenvolver os melhores MPVs através de squads multifuncionais e alianças estratégicas para cocriação entre experts.
  • epharma Connect: foco em inovação aberta com staturps que queiram fazer parte de nossos desafios de forma colaborativa, e conectar com outros labs para criar parcerias diversificadas e escalar MVPs.

Junte-se a nós neste mesmo objetivo! Respire boas ideias.