Estamos aqui para impulsionar a transformação no mercado da saúde

Supera Parque terá centro especializado em novas tecnologias e startups de saúde

Escrito por Editor@

novembro 25, 2022

No campus da USP em Ribeirão Preto, o Health to Business Center será um espaço multiúso para apoio a projetos de pesquisa e desenvolvimento e startups em estágio inicial; iniciativa pretende impulsionar o desenvolvimento de novas tecnologias em saúde

Com um investimento de quase R$ 19 milhões, o Supera Parque de Inovação e Tecnologia de Ribeirão Preto irá ganhar, até 2026, um centro especializado no desenvolvimento de novas tecnologias e startups de saúde. O Health to Business Center nasce de um projeto aprovado junto à Financiadora de Estudos e Projetos (Finep), ligada ao Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação, que investirá R$ 14 milhões. A contrapartida do Supera Parque e Prefeitura de Ribeirão Preto será de R$ 5 milhões.

A chamada pública da Finep teve como objetivo selecionar propostas para apoio financeiro a parques tecnológicos em duas linhas de financiamento: para parques já em operação e parques em implantação. Ao todo, serão R$ 320 milhões de investimento que serão divididos entre 29 parques tecnológicos de todo o País, selecionados entre mais de 80 projetos submetidos.

Resultado de uma parceria entre a USP, a Prefeitura Municipal de Ribeirão Preto e a Secretaria de Desenvolvimento do Estado de São Paulo, o parque está instalado no campus da USP local e abriga a Supera Incubadora de Empresas, o Supera Centro de Tecnologia, a associação do Arranjo Produtivo Local (APL) da Saúde, o Polo Industrial de Software (PISO), além do Supera Centro de Negócios.

O novo projeto será um espaço multiúso, com mais de 2.300 m² de área construída, para apoio a projetos de pesquisa e desenvolvimento e startups de saúde em estágio inicial. “A saúde é a principal vocação do Supera Parque, além de ser um setor estratégico para o País. Como o Health to Business terá uma infraestrutura compartilhada, ele vai reduzir necessidade de investimentos em ativos permanentes por parte de startups e vai também potencializar a interação entre Universidade, ICTs e empresas”, explica Sandro Scarpellini, diretor presidente do Supera Parque.

Ainda de acordo com o presidente, o projeto do novo complexo olha a saúde em toda sua interdisciplinaridade, considerando suas diversas bases científicas, da TI às ciências biológicas. “Ao ter parceiros como o Hospital das Clínicas, a FioCruz e outros que se juntaram ao projeto, o Health to Business Center está alinhado aos princípios da medicina translacional, acelerando a transmissão de conhecimento da pesquisa à aplicação clínica. Isso tudo significa impulsionar o desenvolvimento de novas tecnologias em saúde”, enfatiza.

Luiz Henrique Catalani, coordenador da Agência USP de Inovação, lembra que o Supera Parque é um importante habitat de inovação que atende a empresas de diversos segmentos econômicos, mas a saúde é o principal deles. “Isto está em consonância com a vocação do Campus USP Ribeirão Preto. Com este novo centro, será possível a ampliação de espaços para novas empresas e serviços tecnológicos prestados. Somando-se já às muitas competências que a USP possui, será possível fortalecer o ecossistema de inovação da cidade de RP como polo de ensino, pesquisa, negócios e tecnologias em saúde.”

Estrutura

O prédio contará com espaço de serviços a empresas, no qual funcionará um laboratório multiusuário de biotecnologia, com cabine de biossegurança, equipamentos e instrumentos laboratoriais. Também funcionará um centro de TIC para formação de mão de obra (com realização de cursos de programação) e para teste de software e suporte à pesquisa e desenvolvimento, onde computadores de alto desempenho farão o drug discovery (uso de machine learning para apoiar a descoberta de novas drogas farmacêuticas).

Também terá uma infraestrutura de suporte a tecnologias aplicadas, com laboratório maker (prototipagem) e de robótica. O prédio terá ainda um espaço corporativo, com open lab, similar a um coworking, mas formado por bancadas laboratoriais. Haverá, ainda, salas privativas para grandes farmacêuticas que queiram interagir com os pesquisadores, sala de reunião e um novo escritório da FioCruz, como plataforma de medicina translacional.

Contará, ainda, com espaço de eventos e convivência, com auditório para 133 lugares, lounges e hall para exposições. Além dos lotes para empresas, esse será o quarto prédio do Supera Parque de Inovação e Tecnologia, que já conta com dois prédios e, até o final do ano, terá em operação o Container Park.

O Supera Parque tem atualmente 79 empresas instaladas, sendo 57 delas na Supera Incubadora de Empresas de Base Tecnológica e 22 empreendimentos no Centro de Negócios. O Parque Tecnológico está em expansão com a urbanização de lotes para instalação de empresas e a implantação do Container Park, um novo complexo empresarial. Outras informações sobre o parque estão disponíveis no site superaparque.com.br

Acesse o site da epharma

Artigos em comum

Conhecendo a protagonista em inovação na saúde Carolina Soihet Cohen

Conhecendo a protagonista em inovação na saúde Carolina Soihet Cohen

Carolina Soihet Cohen é uma renomada especialista em Comunicação de Causas e uma das líderes do movimento global pela saúde e igualdade de acesso a tratamentos médicos. Como cofundadora da Colabore com o Futuro, ela está à frente na defesa dos direitos à saúde e na...

Conheça o Protagonista da Saúde: Alex Sanghikian

Conheça o Protagonista da Saúde: Alex Sanghikian

Na busca por entender o futuro da saúde, é crucial conhecer os visionários que estão moldando esse cenário. Entre esses líderes está Alex Sanghikian, atual gerente da área de Digital & Inovação da Sandoz no Brasil. Com mais de 15 anos de experiência na vanguarda...

Acompanhe +O2labs

+o2Labs Respire boas ideias

Sobre +O2labs

Uma plataforma própria com uma metodologia vencedora voltada exclusivamente para inovação na prática com 3 programas distintos:

  • Central de Ideias: campanhas de intraempreendedorismo para fomentar a cultura de inovação com os epharmers, nossos colaboradores.
  • epharma Disrupt: desenvolver os melhores MPVs através de squads multifuncionais e alianças estratégicas para cocriação entre experts.
  • epharma Connect: foco em inovação aberta com staturps que queiram fazer parte de nossos desafios de forma colaborativa, e conectar com outros labs para criar parcerias diversificadas e escalar MVPs.

Junte-se a nós neste mesmo objetivo! Respire boas ideias.