Estamos aqui para impulsionar a transformação no mercado da saúde

Novo centro de pesquisa da Unicamp pretende preparar o Brasil para a internet 6G

Escrito por Thamires Pedro

fevereiro 10, 2023

Foi inaugurado nesta segunda-feira (05/12) o Centro de Pesquisa em Engenharia em Redes e Serviços Inteligentes para 2030 (SMARTNESS) constituído por FAPESP e Ericsson na Universidade Estadual de Campinas (Unicamp). O lançamento ocorreu no auditório do Prédio Anexo, no Parque Científico e Tecnológico da Unicamp.

O objetivo do novo centro é explorar soluções inovadoras em telecomunicações que auxiliem na projeção e construção de infraestruturas de computação em nuvem e redes cognitivas orientadas por aprendizado de máquina e inteligência artificial, para o desenvolvimento da próxima geração de serviços de conectividade 5G e 6G.

O nosso desafio é olhar para o futuro e pensar quais são os serviços e as aplicações que vão demandar um conjunto de novas tecnologias nos próximos dez anos. As aplicações das quais se fala, hoje, com a chegada do 5G, mas que a quinta geração de internet não vai atender completamente”, disse à Assessoria de Imprensa da Inova Unicamp Christian Esteve Rothenberg, professor da Faculdade de Engenharia Elétrica e de Computação (FEEC-Unicamp) e pesquisador responsável pelo SMARTNESS.

O SMARTNESS (sigla em inglês para Smart Networks and Services) está sediado no campus de Campinas e conta com a participação de professores e pesquisadores da FEEC e do Instituto de Computação (IC-Unicamp).

A master researcher da Ericsson, Maria Valéria Marquezini, será a vice-diretora do centro de pesquisas. No total, mais de 50 especialistas em engenharia elétrica, computação, telecomunicações ou áreas correlatas participarão do projeto, que vai explorar a programabilidade, elasticidade, escalabilidade e automação esperadas das redes e serviços inteligentes da próxima geração.

Além da Unicamp e da Ericsson Research, o hub conta com a participação de pesquisadores das universidades de São Paulo (USP) e do Vale do Rio dos Sinos (Unisinos), além das federais de São Carlos (UFSCar), do ABC (UFABC), do Amazonas (UFAM), do Espírito Santo (UFES), de Goiás (UFG), do Pará (UFPA), do Rio Grande do Norte (UFRN), de Campina Grande (UFCG), do Ceará (UECE), de Uberlândia (UFU), da Bahia (UFBA), de Minas Gerais (UFMG), do Rio Grande do Sul (UFRGS) e do Pampa (Unipampa).

Polo de pesquisa 6G

O SMARTNESS faz parte do Programa Centros de Pesquisa em Engenharia (CPEs) da FAPESP, que associa a criação de núcleos de pesquisa em parceria de universidades com empresas para fomentar a inovação tecnológica. O convênio anunciado no primeiro semestre teve negociações intermediadas com apoio da Agência de Inovação Inova Unicamp, que também dará o suporte em atividades de estímulo à inovação, ao empreendedorismo e apoio à gestão da propriedade intelectual.

O centro SMARTNESS é uma iniciativa inédita no Brasil e na América Latina. Um polo de pesquisa de última geração na área de telecomunicações e redes de computadores, com foco no desenvolvimento de serviços avançados de conectividade móvel sob diferentes perspectivas da indústria, academia e sociedade, fortalecendo o protagonismo do Brasil e ampliando seu poder de competitividade”, explicou Mateus Santos, head de pesquisa da Ericsson no Brasil.

A iniciativa cria um ambiente desafiador intelectualmente e favorável para pesquisas em ciência e tecnologia, voltadas para a inovação e o desenvolvimento das redes 5G, em implantação no Brasil, e a preparação para o 6G. A missão do SMARTNESS será produzir pesquisas na fronteira do conhecimento, para o desenvolvimento de tecnologias, com potencial para criar impacto e inovação tecnológica.

O grupo desenvolverá tecnologias de processamento de tráfego para acelerar a comunicação de forma distribuída elevando a interconexão de objetos cotidianos e permitindo usos da internet que não seriam possíveis com a infraestrutura atual. Avanços que serão aproveitados em braços robóticos para aplicações industriais e de saúde, sensores, carros, salas educacionais e de treinamento com óculos de realidade aumentada, só para citar alguns exemplos.

Financiamento de longo prazo

Diante da complexidade dos problemas abordados, o SMARTNESS terá financiamento de longo prazo com autonomia no uso dos recursos. Os investimentos financeiros e não financeiros serão da ordem de R$ 56 milhões, distribuídos ao longo de dez anos. A FAPESP aportará um total de R$ 14 milhões no novo centro, mesmo valor reservado em investimento pela cofinanciadora Ericsson. A empresa sueca implementará a infraestrutura tecnológica para os novos trabalhos de pesquisa. Outra parcela, de R$ 28 milhões, virá da Unicamp, como contrapartida econômica, na forma de salários de pesquisadores e de pessoal de apoio, infraestrutura e instalações.

Os resultados gerados produzirão publicações de impacto internacional e poderão ser usados pela Ericsson em seus produtos ou serviços, para firmar parcerias com outras empresas ou ainda fomentar o empreendedorismo e a inovação de base tecnológica no país, com a formação de pequenas empresas e spin-offs acadêmicas. Em paralelo, o centro também ajudará a formar mão de obra altamente qualificada para os desafios futuros da internet.

“Temos uma grande oportunidade com o lançamento do SMARTNESS e esperamos captar talentos que se engajem com a visão do centro. Poucos programas oferecem financiamentos sustentáveis de tão longo prazo. Vemos também como uma forma de fixar esses profissionais no Brasil, diante de um mercado tão aquecido na área”, destacou Rothenberg.

Via: Agência FAPESP

Acesse o site da epharma

Artigos em comum

Genética inovadora: Algoritmo do Einstein acelera diagnóstico

Genética inovadora: Algoritmo do Einstein acelera diagnóstico

O Einstein é a primeira organização da América Latina a padronizar as recomendações das principais sociedades mundiais de genômica em um algoritmo de IA adaptado às peculiaridades brasileiras para identificação de alterações de DNA associadas às doenças genéticas. O...

Paciente Digital: Parceria Inovadora em Oftalmologia

Paciente Digital: Parceria Inovadora em Oftalmologia

A Healthtech Nilo acaba de fechar parceria com a unidade de negócios de Oftalmologia do Grupo Fleury com o objetivo de acompanhar pacientes que vão passar por cirurgias de forma personalizada e humanizada. A jornada digital de fácil acesso, já que é realizada via...

Saúde em Foco: Multimorbidades em São Paulo e Desafios

Saúde em Foco: Multimorbidades em São Paulo e Desafios

O diagnóstico de duas ou mais doenças crônicas para uma mesma pessoa cresceu nos últimos 20 anos. O aumento dessa condição, conhecida como multimorbidade, acompanha o envelhecimento da população na cidade de São Paulo. Em 2015, 42,2% da população paulistana com mais...

Acompanhe +O2labs

+o2Labs Respire boas ideias

Sobre +O2labs

Uma plataforma própria com uma metodologia vencedora voltada exclusivamente para inovação na prática com 3 programas distintos:

  • Central de Ideias: campanhas de intraempreendedorismo para fomentar a cultura de inovação com os epharmers, nossos colaboradores.
  • epharma Disrupt: desenvolver os melhores MPVs através de squads multifuncionais e alianças estratégicas para cocriação entre experts.
  • epharma Connect: foco em inovação aberta com staturps que queiram fazer parte de nossos desafios de forma colaborativa, e conectar com outros labs para criar parcerias diversificadas e escalar MVPs.

Junte-se a nós neste mesmo objetivo! Respire boas ideias.