Estamos aqui para impulsionar a transformação no mercado da saúde

Saúde preventiva e tecnologia chegam como soluções para a crise no setor

Escrito por Letícia Nani

maio 31, 2023

Com prejuízo operacional de R$ 11,5 bilhões, em 2022, registrado pela Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS), somado ao cenário financeiro já desfavorável deste início de 2023, as operadoras de saúde não viram outra escolha a não ser anunciar nas últimas semanas aumento no valor de seus planos PME. As soluções para esta crise que poderá se agravar ainda mais no futuro, o que inviabilizaria definitivamente a eficiência da prestação de serviços no Brasil, passam pela tecnologia e mudança do comportamento do paciente.

“Se os profissionais e os pacientes não olharem para a saúde preventiva, o sistema irá ruir”, disse Guilherme Weigert, CEO da Conexa. O alerta é para a atual alta procura dos brasileiros aos pronto-atendimentos presenciais o que ajuda a onerar os custos dos serviços. A declaração foi dada durante a participação do executivo na Web Summit Rio, principal conferência de tecnologia do mundo, na última quinta-feira (dia 4), no Rio de Janeiro.

O aperto nas contas do setor também atinge diretamente a qualidade dos atendimentos e a autonomia dos médicos. Para reforçar esta análise, o principal gestor da Conexa apresentou, durante o evento, dados dos Estados Unidos. Por lá, nos últimos 50 anos, houve uma diminuição no tempo de consulta de uma hora para apenas 13 minutos, com aumento em 20 vezes do custo de saúde por pessoa. “Isso quer dizer que o paciente paga cada vez mais e que o profissional da saúde está dia a dia mais atolado na burocracia”, afirmou. “É uma situação muito parecida com a nossa”, comparou.

O Web Submmit Rio, que aconteceu pela primeira vez fora da Europa, reuniu mais de 15 mil pessoas, no Espaço RioCentro, na Barra da Tijuca. A telemedicina teve destaque na mesa O futuro da saúde no Brasil, que contou também com a participação de Manoela Mitchell, CEO da Pipo Saúde; e Thiago Julio, diretor médico da Memed.

Tecnologia: 

Durante o painel no evento, Guilherme disse também que a Inteligência Artificial e o ‘aprendizado de máquina’ (machine learning) já são utilizados por algumas empresas do setor de saúde. “Na Conexa, temos feito investimento massivo em tecnologia com foco em health analytics para sermos assertivos nos impactos das ações sobre o desfecho clínico dos pacientes e financeiro das operadoras”, disse. “A captura e o cruzamento de dados que realizamos impacta diretamente na melhoria dos diagnósticos e tratamentos clínicos”, emendou.

Via: Saúde Business

Acesse o site da epharma

Artigos em comum

Genética inovadora: Algoritmo do Einstein acelera diagnóstico

Genética inovadora: Algoritmo do Einstein acelera diagnóstico

O Einstein é a primeira organização da América Latina a padronizar as recomendações das principais sociedades mundiais de genômica em um algoritmo de IA adaptado às peculiaridades brasileiras para identificação de alterações de DNA associadas às doenças genéticas. O...

Paciente Digital: Parceria Inovadora em Oftalmologia

Paciente Digital: Parceria Inovadora em Oftalmologia

A Healthtech Nilo acaba de fechar parceria com a unidade de negócios de Oftalmologia do Grupo Fleury com o objetivo de acompanhar pacientes que vão passar por cirurgias de forma personalizada e humanizada. A jornada digital de fácil acesso, já que é realizada via...

Saúde em Foco: Multimorbidades em São Paulo e Desafios

Saúde em Foco: Multimorbidades em São Paulo e Desafios

O diagnóstico de duas ou mais doenças crônicas para uma mesma pessoa cresceu nos últimos 20 anos. O aumento dessa condição, conhecida como multimorbidade, acompanha o envelhecimento da população na cidade de São Paulo. Em 2015, 42,2% da população paulistana com mais...

Acompanhe +O2labs

+o2Labs Respire boas ideias

Sobre +O2labs

Uma plataforma própria com uma metodologia vencedora voltada exclusivamente para inovação na prática com 3 programas distintos:

  • Central de Ideias: campanhas de intraempreendedorismo para fomentar a cultura de inovação com os epharmers, nossos colaboradores.
  • epharma Disrupt: desenvolver os melhores MPVs através de squads multifuncionais e alianças estratégicas para cocriação entre experts.
  • epharma Connect: foco em inovação aberta com staturps que queiram fazer parte de nossos desafios de forma colaborativa, e conectar com outros labs para criar parcerias diversificadas e escalar MVPs.

Junte-se a nós neste mesmo objetivo! Respire boas ideias.